Home
essa@ipb.ptMapa do SiteMini-URLIPB
 

Projeto BioFirEx

 

BioFirEx: Um painel de (bio)marcadores para a vigilância da saúde e da segurança do bombeiro


Designação do projeto | BioFirEx: Um painel de (bio)marcadores para a vigilância da saúde e da segurança do bombeiro

Objetivo principal

O BioFirEx é um projeto financiado por fundos nacionais, através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, tendo como objetivo realizar uma avaliação abrangente da exposição ocupacional dos bombeiros a poluentes gerados durante os incêndios florestais. Este estudo fornecerá os dados necessários para o estabelecimento de um painel de (bio)marcadores para a vigilância da saúde do bombeiro. A investigação irá ainda facultar informações úteis para a realização da avaliação e gestão de risco relacionados com a exposição ocupacional dos bombeiros e permitirá a definição de políticas e estratégias para a exposição ocupacional, bem como para a implementação de medidas de segurança e higiene neste sector.

 

Investigador(es) responsável(eis) do projeto| 

           Simone Morais – Instituto Superior de Engenharia do Porto, ISEP;

           Adília Fernandes – Escola Superior de Saúde de Bragança, ESSa – IPB

           Maria Carmo Pereira- Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, FEUP;

           João Paulo Teixeira – Instituto Nacional de Saúde Dr Ricardo Jorge;

 

           Data de início | 01-01-2020
           Data de conclusão | 31-12-2022


          Participação de:




Financiamento de:




Objetivos

Durante as últimas décadas, as alterações climáticas e o aquecimento global têm contribuído substancialmente para o aumento do número de fogos florestais com temporadas maiores e fogos mais potentes. Portugal tem sido severamente afetado por grandes fogos, os quais têm ocorrido maioritariamente nas regiões Norte e Centro do país. Os bombeiros são continuamente expostos a uma vasta gama de compostos gasosos e particulados perigosos para a saúde. O combate de incêndios exige preparação física e emocional e envolve lidar com situações extremas, porém os bombeiros encontram-se entre os grupos menos estudados no que respeita à exposição e à sua relação com doenças ocupacionais. A dificuldade inerente à recolha de dados de exposição ocupacional durante as atividades de combate aos fogos tem contribuído para esta lacuna. Atualmente, o uso de biomonitorização permite recolher informações complementares que podem ajudar a superar este problema. Assim, o projeto BioFirEx (PCIF/SSO/0017/2018) tem como objetivos:

  • Usar uma abordagem multidisciplinar para realizar uma avaliação abrangente da exposição ocupacional (via monitorização e biomonitorização) dos bombeiros a poluentes gerados durante incêndios florestais
  • Caracterizar a contaminação dos equipamentos de proteção individual dos bombeiros após o combate a incêndios – identificar os principais pontos fracos;
  • Identificar um conjunto de (bio)marcadores apropriados para a vigilância da exposição ocupacional e da saúde e segurança dos operacionais de combate a fogos;
  • Avaliar os impactos na saúde e segurança dos operacionais;
  • Estabelecer uma lista de boas práticas,

 

Atividades:

Os objetivos delineados deverão ser atingidos num prazo máximo de 3 anos.
Durante os primeiros 2 anos será avaliada o risco e exposição ocupacional dos bombeiros através da colheita de dados via questionários, biomonitorização e analises sanguíneas. Este processo será realizado em 3 fases:
I. Período de pré-exposição – aquando da menor exposição, durante o período de risco baixo de incendio.
II. Período de exposição – aquando do aumento de atividades de combate a incêndios e consequente aumente exposição ocupacional
III. Período de pós-exposição – durante o período de seguimento dos participantes, em fase de menor atividade, por forma a identificar possíveis efeitos para a saúde.

 




CookiesAccept

Atenção: este site utiliza cookies. Ao navegar estará a consentir a sua utilização.
Para saber mais consulte a nossa política de privacidade

Compreendo e aceito.
Avenida D. Afonso V - 5300-121 Bragança | Tel.: (+351) 273 330 950 | Email.: essa@ipb.pt